segunda-feira, 17 de outubro de 2011

TOMBAMENTO DE MUDAS OU “DAMPING-OFF”

O tombamento é uma doença causada pelos fungos Cylindrocladium candelabrum, C. clavatum, Rhizoctonia solani, Pythium spp., Phytophthora spp. e Fusarium spp. Esses fungos habitam o solo, onde vivem como saprófitasou na forma de estruturas de resistência.

Os propágulos desses fungos são disseminados através da água da chuva ou da irrigação, vento ou partículas de solo aderidas a suplementos agrícolas, sendo que em ambientes com alta umidade favorecem a ocorrência de tombamento. O ataque compromete as sementes em germinação, afetando os tecidos tenros. Ocorre inicialmente no colo da plântula, podendo se estender ao hipocótilo, com aspecto inicial de encharcamento, evoluindo para uma coloração escura, com posterior tombamento e morte da muda.

Em canteiros novos, quando semeados a lanço, é comum a ocorrência da doença em reboleiras. Esse problema pode ser evitado com o uso da semeadura direta em tubetes suspensos. Porém, cabe ressaltar que a água de irrigação e o substrato devem estar livres de inóculos dos patógenos. O uso de brita como material de cobertura do solo do viveiro evita a contaminação. Ainda em relação ao substrato, este deve apresentar boa drenagem. Pode-se usar fungicidas através da água de irrigação ou de pulverizações sobre o substrato e/ou mudas, variando a periodicidade conforme a necessidade. Para o controle de Pythium e Phytophthora,  é recomendável o uso de metalaxyl, e para Rhizoctonia, uma combinação de captan com um ditiocarbamato (maneb, zineb ou thiram). Para Cylindrocladium ou Fusarium, pode-se usar benomyl juntamente com captan ou thiram.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário